Clínica Escola do curso de Odontologia retoma as atividades seguindo novos protocolos de segurança

 Fechada durante cinco meses por conta da pandemia, a Clínica de Odontologia da Faculdade Adventista da Bahia (FADBA) volta a funcionar sobe cuidados determinados pela Organização Mundial de Saúde (OMS). Na manhã desta sexta-feira (11), a direção da FADBA junto aos seus professores, coordenadores, alunos e representantes da prefeitura de Cachoeira participaram da cerimônia de retomada dos estágios.

Para que os estudantes pudessem estagiar se fez necessário reestruturar a clínica para se adequar aos os novos protocolos que surgiram com a pandemia. Para tanto, alguns espaços sofreram modificações e outros foram criados.  

Mudanças

Segundo Juan Barrientos, coordenador do curso de Odontologia da FADBA, além da implantação dos novos protocolos de biossegurança, as melhorias que foram feitas na Clínica Escola foram alterações estruturais. Foram criados novos espaços de assepsia e de expurgo a fim de evitar que o aluno se contamine. Assim toda lavagem de instrumental será feita de forma ainda mais segura.

Para ter acesso a clínica e ser atendido de forma adequada, o paciente precisará fazer uma  pré-triagem e um novo fluxo de entrada e saída foi estabelecido. A sala de recepção também foi modificada com redução de assentos e distanciamento social.

Cada unidade das cadeiras odontologias tem o distanciamento permitido.  Outra mudança está no atendimento, há cada duas horas a clínica para por 15 minutos para abrir todas as janelas e assim permitir a saída de fluídos.  

Foram adquiridas bombas a vácuo para cada unidade odontológica, elas possuem uma maior capacidade de aspiração de fluidos e consequentemente uma menor proliferação de aerossóis no ambiente.

“Estamos bastantes confiantes que vamos conseguir fazer um bom atendimento. Tivemos bastante apoio da faculdade e fizemos muitas pesquisas com relação ao que se faz em outros lugares para poder se adequar aos protocolos de atendimento”, destaca.

 

Cuidado com os alunos

No novo contexto da pandemia, os alunos precisaram se reajustar quando ao uso de equipamento de segurança pessoal. Agora eles devem usar pijamas cirúrgicos, sapatos emborrachados e itens de EPI`S como protetores faciais tipo Face Shield, máscara tipo PFF2, luvas de borracha cano longo e avental cirúrgico, impermeável, descartável, além dos já comumente utilizados.

Mas mesmo tendo que utilizar todo esse aparato os alunos do 10° período estão comemorando o retorno aos estágios.

 “Somos agraciados por voltar as nossas atividades com segurança. Além do desejo de nos formar estamos felizes em poder ajudar a comunidade novamente”, destaca Ailton Pereira.

“Estava muito preocupado. Alguns de meus colegas possuem problemas de saúde e agora eles se sentem mais protegidos para estagiar”, lembra Robert de Oliveira.

“Estava apreensiva quanto ao estágio, estou no último ano, ano de formatura,  saber que poderei dar continuidade com os estágios e poder me formar, é muito bom”,  celebra Luiza Caroline.

Wagner Barro, professor e responsável técnico pela Clínica Escola, também manifestou a satisfação com o regresso dos alunos.

“Somos gratos a Deus por esse retorno. Estivemos nesses meses adequando a clínica a esse “novo normal”. Trabalhamos para que a volta dos estágios acontecesse de forma segura e os pacientes pudessem usufruir dos atendimentos odontológicos com segurança.

Cuidado com o paciente

Nos novos protocolos, o paciente terá uma dinâmica diferenciada. Precisará fazer uma pré-consulta via telefone ou mensagem de WhatsApp, onde responderam a perguntas relacionadas a sintomas da Covid-19. Não tendo nenhum sintoma, o agendamento é feito. Na clínica ele terá sua temperatura medida e passando pela triagem será encaminhado para a parte da clínica.

Na clínica ele é recebido pelo aluno ou professor que faz as devidas orientações. Seus pertences pessoais são separados e colocados e local adequado. Deve usar máscara sendo removida apenas no momento do atendimento. Logo após atendido, faz a higienização com os produtos adequados.

Parceria

Na ocasião, esteve presente a então secretária de Saúde, Sinara do Rosário, que manifestou seu reconhecimento e gratidão pela parceria no processo de colaboração ao enviar estudantes das áreas de fisioterapia, enfermagem e odontologia para auxiliar o serviço público de saúde e por contribuir com novos conhecimentos.

A coordenadora geral de estágios da FADBA, Lílian Becerra, agradece a secretária por abrir as portas das Unidades Básicas de Saúde para os estágios do curso de Odontologia e por estar sempre acessível aos projetos de saúde da Instituição.

Por meio do diretor geral da FADBA , Eber Liesse e do coordenador da pós-graduação  Luíz Rocha, a FADBA demostrou sua gratidão à Prefeitura de Cachoeira e apoio do atual prefeito Geraldo Simões (Tato), concedendo bolsas integrais e parciais para cursos de pós-graduação as pessoas destacadas no combate à pandemia da Covid-19 , as quais o município estima fazer o reconhecimento.

Por Suelane Carneiro

                       

(Foto divulgação: Suelane Carneiro)

 

Olá! Eu sou a Ane.
Posso ajudar?