CAB se destaca com trabalhos acadêmicos aprovados no 10º Encontro de Jovens Cientistas

Por Líddia Marques / Informações: Francisco Souza

O clube de iniciação científica e pesquisa em biologia do Colégio Adventista da Bahia – CAB está se destacando por seus trabalhos científicos produzidos durante os encontros do clube. Desta vez, dois trabalhos receberam avaliação positiva do comitê do 10º Encontro de Jovens Cientistas.

O primeiro trabalho trata de um aspecto essencial na implementação da Lei 13.415/2017, a Lei que institui um novo modelo de Ensino Médio para o Brasil: o processo de escuta dos estudantes. Essa aprovação revela o grande potencial investigativo de nossos estudantes e indica o importante papel do protagonismo estudantil nos processos de ensino e aprendizagem. Tem como título "ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO NOVO ENSINO MÉDIO EM UMA UNIDADE DE ENSINO SITUADA NO RECÔNCAVO BAIANO: DADOS PRELIMINARES SOBRE O PROCESSO DE ESCUTA DOS ESTUDANTES”, e como autores: Francisco Silva de Souza, Mikelly Militão Melros, Guilherme Lima Alves.

Já o segundo, discute a utilização de tecnologias digitais da informação e comunicação TDIC para fins de aprendizagem no contexto educacional. É intitulado “GERAÇÃO SMARTPHONE: PERFIL DE USO DE APLICATIVOS POR ADOLESCENTES DE ENSINO MÉDIO E JOVENS UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR NO RECÔNCAVO DA BAHIA”, onde é traçado o perfil de uso de aplicativos por universitários e também com adolescentes estudantes da educação básica.

Olá! Eu sou a Ane.
Posso ajudar?