CAB promove live educativa sobre prevenção ao abuso infantil

O projeto Quebrando o Silêncio da Igreja Adventista do Sétimo Dia acontece em oito países da América do Sul com objetivo de prevenir contra o abuso e a violência doméstica, além de educar com uma série de informações. O Colégio Adventista da Bahia decidiu discutir a temática na escola de pais, como forma de alertar sobre o tema e trazer novas orientações para a família.

A psicóloga Suellen Oliveira participou da live e acompanhou a participação dos pais. Ela revela a importância de conversar sobre esse tema, principalmente com novas perspectivas. “Os pais precisam manter uma atenção no desenvolvimento, sinais que podem ser percebidos e comportamento dos filhos”, reforça. Durante a live, eles tiveram acesso a “dados estatísticos e estratégias que poderiam adotar para o cuidado dos filhos”.

Suellen acredita que “educar, compartilhar informações, quebrar paradigmas e estigmas consolidados em alguns contextos ajuda a alertar sobre os impactos da violência na estrutura familiar”.

Família e escola                                                                                           

Os pais receberam a mensagem de forma positiva e deram feedbacks durante e após a live. “Eles disseram que foi construtivo, tiveram conhecimento que ainda não tinham e pretendem mudar algumas posturas familiares”, esclarece Suellen.

O encontro com os pais acontece com frequência bimestral e há diversas propostas de discussão, além dessa temática. A escola se mostra um sujeito ativo na educação das crianças, mas indica que o processo é continuado e também depende da família.

A live contribuiu para que os pais também entendessem o papel na escola na prevenção do abuso e promoção de cuidados e informações. Ela funciona como uma parceira da família. Durante o encontro, os pais foram advertidos sobre a importância do diálogo com os filhos sobre educação sexual. No caso de contextos em que a criança não se sente acolhida pela família, o colégio se coloca a disposição para dar suporte, cuidar e orientar.

Olá! Eu sou a Ane.
Posso ajudar?