Simpósio ressalta a necessidade de se enfatizar a Bíblia como única regra de fé e prática

O Simpósio da Sociedade Sul-Americana de Teologia foi realizado no SALT da FADBA e teve como tema: "500 Anos da Reforma: Protestantismo, Adventismo e os Desafios Contemporâneos". O evento foi organizado em parceria com a Adventist Theological Society (ATS), com o apoio da FADBA, do SALT-FADBA, e das editoras CPB e da ESALT.

O ano de 2017 marca os 500 anos da Reforma Protestante, iniciada na Europa. Os desdobramentos desse movimento têm reverberações até os nossos dias. Especialmente o brado da Reforma, Sola Scriptura, tem um significado especial para o cristianismo em geral e para o adventismo em particular. Esta foi a razão da escolha do tema desta edição. Além disso, a ênfase na justificação pela fé, iniciada por Martinho Lutero, também tem papel fundamental na teologia cristã e, especialmente a partir de 1888, na teologia adventista.

O objetivo da Sociedade é fomentar a pesquisa teológica adventista em seu território; Com eventos como esse, se prove um espaço para as discussões dos assuntos atuais e para a busca de soluções coerentes com a revelação bíblica. O público-alvo este ano foram os professores do seminário, alunos da graduação em teologia e demais interessados no tema. 

A ênfase das palestras do Dr. John Reeve, professor de História da Igreja na Universidade Andrews e atual presidente da ATS, foi a história da graça, desde o século 2 d. C. até o final do século 19. Reeve procurou mostrar que, ao longo dos séculos, as tentativas de equilibrar a noção bíblica da graça e seu chamado para um viver ético acabaram desenvolvendo conceitos estranhos ao ensino bíblico, ora deslocando a ênfase inteiramente para os esforços humanos para a obtenção da salvação, ora destacando a soberania de Deus sem levar em conta o livre-arbítrio humano.

Dr. Reeve enfatizou que se quisermos descobrir a perspectiva correta sobre o papel da graça e da vontade humana na salvação, precisamos voltar para as Escrituras em busca de respostas.

Sobre os desafios contemporâneos, foram debatidos não só pelo Dr. Reeve, mas pelos professores que puderam expor suas ideias em oficinas, três pontos foram identificados:

  1. Há constante necessidade de se enfatizar a Bíblia como única regra de fé e prática, considerando-a não apenas fonte de dados teológicos, mas também dos pressupostos e princípios hermenêuticos para sua interpretação.
  2. Precisamos nos voltar para as Escrituras para termos uma visão correta sobre a graça, a obra do Espírito Santo antes e depois da conversão, e o imperativo apostólico de um viver correto baseado nos princípios da lei de Deus.
  3. Há necessidade de estudo cada vez mais profundo no âmbito teológico para que as doutrinas bíblicas possam ser compreendidas e vividas na igreja e transmitidas sem distorção por ela em seus esforços evangelísticos. 

O coordenador da Extensão do SALT-FADBA e professor de Novo Testamento, Pr. Clacir Virmes acrescenta que, a Reforma não foi um movimento unificado, mas um acúmulo de iniciativas e mudanças que se estenderam por séculos até culminarem nos eventos que balançaram a Europa na primeira metade do século 16.

“A história ensina que muitos setores reformados acabaram caindo no mesmo erro da igreja antes dos movimentos reformadores: cristalizaram uma tradição e não a questionaram á luz das Escrituras. Como igreja, precisamos seguir as ideias reformadoras sem nos desviarmos do ideal que eles iniciaram. Há uma constante necessidade de retornar às Escrituras em busca de um claro "Assim diz o Senhor" para nossa fé e prática. A Reforma ainda não acabou. Ela deve continuar até que a reforma final aconteça quando Cristo retornar”, completa Clacir. 

O Simpósio foi a culminação de uma série de ações que orbitaram em torno dos 500 anos da reforma protestante. No primeiro semestre, todo o corpo docente do SALT-FADBA esteve na Argentina durante o Simpósio Teológico Sul-Americano cujo tema era a justificação pela fé em Romanos. A partir daí, vários dos nossos professores publicaram artigos e capítulos de livro ao redor do tema. Dois deles apresentaram trabalhos em outra instituição sobre temas relacionados ao final da Idade Média e à Reforma.

Finalmente, o evento sediado pela FADBA, encerrou essas atividades comemorativas com as palestras do Dr. Reeve e, no final do evento, com o lançamento do livro "A Reforma Protestante: Uma Visão Adventista", organizado por Glauber Araújo, editor da CPB, e com a participação de dois dos professores do seminário. 

Informações: Clacir Virmes.

Comente

MAIS NOTÍCIAS

Alunos de Secretariado encerram disciplina com plano de Relações Públicas para a Pastoral Universitária
Acadêmico | Capelania | Notícias | Secretariado |

Saiba Mais

Alunos de fisioterapia são incentivados a empreender e desenvolvem plano de negócios.
Acadêmico | Destaque | Fisioterapia |

Saiba Mais

Seminário constitui ação de mobilização da Consciência Negra
Eventos | Notícias | Pedagogia | Acadêmico |

Saiba Mais

Receba as últimas notícias da Faculdade Adventista da BAHIA cadastrando seus dados na caixa de entrada.