Alunos de fisioterapia são incentivados a empreender e desenvolvem plano de negócios.

Estudantes de fisioterapia receberam orientações através da disciplina de Administração e Empreendedorismo em Fisioterapia sobre estratégias de negociação e como montar e gerenciar uma empresa e puderam apresentar seu plano de negócios para uma banca de investidores.

Franklin Cajaíba, professor do curso, explica que o intuito foi permitir aos formandos a vivência de uma condição semelhante a que podem enfrentar em um curto prazo ao desejar ingressar no mercado de trabalho.

“No decorrer do semestre, os discentes puderam aprimorar o conhecimento acerca dos fundamentos da administração de empresas e os aspectos relacionados às características empreendedoras; conheceram estratégias para potencializar a criatividade e inovação e aprimoraram as habilidades técnicas de uma negociação. Por fim, desenvolveram um modelo de negócios, estabelecendo as etapas a se cumprir para constituir uma empresa e gerenciá-la”, explica Franklin.

Os discentes tiveram a missão de apresentar em curto intervalo de tempo, uma oportunidade de negócio para uma banca qualificada. Eles deveriam fazer uma descrição breve do produto ou serviço, problemas que objetivavam resolver, exposição de índices conhecidos, vantagens comerciais, equipe, concorrência e expectativa de crescimento. Os docentes tiveram a função de julgar qual equipe pôde ser mais realista e detalhista e com um verdadeiro potencial na ideia.

A pontuação das apresentações foi proporcional ao valor obtido por meio dos pagamentos feitos pelos investidores. Para tal, a banca foi composta por três docentes da FADBA que receberam igualmente uma quantia de 100 mil “fisio money”( moeda criada para a ocasião).

Todos os professores convidados possuíam formação em administração, assim como uma das integrantes da equipe também é graduada em fisioterapia. Desta maneira, as análises tiveram muito embasamento e os discentes receberam os feedbacks após o término das apresentações.

Professores Convidados: Ricardo Costa da S. S. Caggy; Leandro Oliveira Menezes; Karla Souza Caggy C. da Silva

Sobre a proposta da disciplina:

Muitos profissionais da saúde querem ter um negócio próprio, mas não entendem ao certo as etapas a alcançar e se de fato é viável. Então, iniciam suas empreitadas apenas com muita vontade e sem nenhum conhecimento real do que seja administrar uma empresa, por menor que seja. Esta falta de conhecimento, tanto teórico como prático, no que tange o empreendedorismo, é um dos fatores que levam muitos negócios a fecharem muito precocemente.

“Acredito que isso pode ser evitado se houver um estudo sobre os métodos e ações para promover suas ideias e realizarem seus sonhos, que inclusive, não necessariamente depende de uma abertura de empresa. Disciplinas como esta são um diferencial para potencializar o desempenho profissional, enquanto empregado ou empregador” pontua Franklin.

Pela primeira vez, a disciplina de Administração e Empreendedorismo em Fisioterapia contou com o suporte do SEBRAE, prestado através de capacitações ofertadas ao professor. Franklin Cajaíba é um jovem empreendedor, que divide suas atribuições da docência com atendimentos e direção de uma policlínica situada no município de Ipirá-BA. Essas atividades lhe permitem acumular experiências reais, que se agrupam e servem de embasamento para as tarefas em sala de aula.

Informações: Franklin Cajaíba

Comente

MAIS NOTÍCIAS

Alunos de Secretariado encerram disciplina com plano de Relações Públicas para a Pastoral Universitária
Acadêmico | Capelania | Notícias | Secretariado |

Saiba Mais

Alunos de fisioterapia são incentivados a empreender e desenvolvem plano de negócios.
Acadêmico | Destaque | Fisioterapia |

Saiba Mais

Seminário constitui ação de mobilização da Consciência Negra
Eventos | Notícias | Pedagogia | Acadêmico |

Saiba Mais

Receba as últimas notícias da Faculdade Adventista da BAHIA cadastrando seus dados na caixa de entrada.