PÓS

Simpósio comemora 30 anos da constituição federal no Brasil

Por Liddia Marques

Os alunos do Colégio Adventista da Bahia (CAB), realizaram o I Simpósio de Humanidades. O tema escolhido remete aos 30 Anos da Constituição Federal Brasileira de 1988. Com o propósito de debater e apresentar conteúdos relacionados à Constituição – principal símbolo do processo de redemocratização nacional - grandes fóruns de reflexões sobre a configuração do Estado Brasileiro e os Princípios Fundamentais consagrados pela “Constituição Cidadã”, foram formados.

O Simpósio de Humanidades (SiHuma), foi recheado de aprendizado e emoções. Mesas redondas, palestras e apresentações dos alunos foram usadas como oportunidade de aumentar o conhecimento e gerar conscientização.

O diretor do CAB, pastor Everton Augusto, comenta sobre o protagonismo dos alunos no simpósio: “ver esses alunos apresentando diversos conhecimentos através de poemas, músicas e peças, me dá a certeza de que essa mensagem de respeito, dignidade e luta, está sendo levado para toda a sociedade em que eles estão inseridos”.

A realização SiHuma constitui importante ação na área de Ciências Humanas e suas Tecnologias do CAB, sem, contudo, perder de vista a integração e o diálogo entre as diversas áreas do conhecimento com o firme propósito de sustentar as relações de ensino e aprendizagem na perspectiva interdisciplinar.

Fábio Batista, professor e coordenador da área de humanidades do colégio, relata que “o incentivo à cidadania cívica é extremamente importante para o corpo técnico do nosso colégio, mas, acima de tudo, o simpósio serve como luz para a preparação para uma cidadania celeste, uma vez que este é um dos grandes objetivos da Educação Adventista”.

Durante a programação do SiHuma, houve, também, a apresentação de projetos de leis, por alunos que estão participando do programa Parlamento Jovem Brasileiro¹. O corpo político de Cachoeira, representado por 3 vereadores, esteve presente.

“Os projetos aqui apresentados são excelentes. Abracei um dos projetos para se tornar realidade em nosso município”, comenta a vereadora Cristina Soares. “É de extrema importância ter alunos dedicados e determinados a fazer de nosso país, um lugar melhor”, conclui.

As apresentações foram votadas por alunos do colégio. Bruna Menezes, aluna do 2º ano do ensino médio, foi a vencedora de tal votação. O projeto dela foi uma alteração na Lei 9468², que torna obrigatório nas instituições públicas e privadas a capacitar seus discentes em noções imprescindíveis de primeiros socorros.

O evento contou com momentos inspiradores, emocionantes e de extrema importância para todos os que estavam presentes. Foram convidados palestrantes de referência na região para apresentar os temas escolhidos para os alunos. As temáticas foram explanadas através de debates e mesas redondas, lideradas por um mediador e com a possibilidade de participação do público através de perguntas e comentários. Alunos de escolas públicas de Cachoeira puderam assistir ao evento e também se sentiram tocados. Para finalizar, houve um Coffee Break na praça do colégio, um momento de despedida e agradecimentos pelo semestre concluído.

O SiHuma foi o pontapé inicial para a apresentação do tema e conscientização dos estudantes de conhecer a importância da constituição. O objetivo do CAB é que as apresentações do evento, sejam reproduzidas para alunos de toda a região em breve.

¹O Parlamento Jovem Brasileiro é realizado anualmente e tem por objetivo possibilitar aos alunos de ensino médio de escolas públicas e particulares a vivência do processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados, em que os estudantes tomam posse e atuam como deputados jovens. 

²Lei que institui a obrigatoriedade de estabelecimentos públicos e privados voltados ao ensino ou recreação infantil e fundamental a capacitarem seu corpo docente e funcional em noções básicas de primeiros socorros.

Confira as imagens do evento AQUI.

Comente