PÓS

CAB se destaca com trabalhos acadêmicos aprovados no 10º Encontro de Jovens Cientistas

O clube de iniciação científica e pesquisa em biologia do Colégio Adventista da Bahia – CAB está se destacando por seus trabalhos científicos produzidos durante os encontros do clube. Desta vez, dois trabalhos receberam avaliação positiva do comitê do 10º Encontro de Jovens Cientistas.

Por Líddia Marques / Informações: Francisco Souza

O clube de iniciação científica e pesquisa em biologia do Colégio Adventista da Bahia – CAB está se destacando por seus trabalhos científicos produzidos durante os encontros do clube. Desta vez, dois trabalhos receberam avaliação positiva do comitê do 10º Encontro de Jovens Cientistas.

O primeiro trabalho trata de um aspecto essencial na implementação da Lei 13.415/2017, a Lei que institui um novo modelo de Ensino Médio para o Brasil: o processo de escuta dos estudantes. Essa aprovação revela o grande potencial investigativo de nossos estudantes e indica o importante papel do protagonismo estudantil nos processos de ensino e aprendizagem. Tem como título "ESTUDO SOBRE A IMPLEMENTAÇÃO DO NOVO ENSINO MÉDIO EM UMA UNIDADE DE ENSINO SITUADA NO RECÔNCAVO BAIANO: DADOS PRELIMINARES SOBRE O PROCESSO DE ESCUTA DOS ESTUDANTES”, e como autores: Francisco Silva de Souza, Mikelly Militão Melros, Guilherme Lima Alves.

Já o segundo, discute a utilização de tecnologias digitais da informação e comunicação TDIC para fins de aprendizagem no contexto educacional. É intitulado “GERAÇÃO SMARTPHONE: PERFIL DE USO DE APLICATIVOS POR ADOLESCENTES DE ENSINO MÉDIO E JOVENS UNIVERSITÁRIOS DE UMA INSTITUIÇÃO DE ENSINO SUPERIOR NO RECÔNCAVO DA BAHIA”, onde é traçado o perfil de uso de aplicativos por universitários e também com adolescentes estudantes da educação básica.

Comente